Líder da extrema-direita francesa: eleição de Hillary provocará guerras

Paris, 1 Set 2016 (AFP) - A eleição da democrata Hillary Clinton como presidente dos Estados Unidos provocará conflitos mundiais, declarou à CNN a dirigente da extrema-direita francesa Marine Le Pen, que apoia o republicano Donald Trump.

"Acho que Hillary Clinton é a guerra. Hillary Clinton é devastação, é o desequilíbrio do mundo", afirmou a presidente da Frente Nacional (FN).

Hillary na chefia dos Estados Unidos, "significa decisões econômicas devastadoras para o bem-estar de meu povo", afirmou. "São decisões geoestratégicas que vão provocar conflitos mundiais que serão muito violentos", disse ainda.

Marine Le Pen, que disputará as presidenciais francesas de 2017, traçou um paralelo entre sua candidatura e a do magnata Donald Trump.

"Não somos da elite, não participamos do sistema, não dependemos de ninguém, não vamos receber ordens dessa ou daquela potência financeira ou de multinacionais", assegurou.

A oito meses das presidenciais francesas, todas as pesquisas apontam que Le Pen passará para o segundo turno eleitoral.

lt-chp/dab/at/age/jz/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos