Malásia registra primeiro caso suspeito de zika

Kuala Lumpur, 1 Set 2016 (AFP) - A Malásia anunciou nesta quinta-feira o primeiro caso suspeito de zika no país, uma mulher de 58 anos que as autoridades suspeitam ter contraído a doença em Cingapura, onde a doença já afetou 100 pessoas.

A paciente fez uma rápida viagem no fim de agosto para visitar a filha, que mora em Cingapura e está infectada, informou o ministério da Saúde.

Depois de retornar para a capital malaia, Kuala Lumpur, a mulher de 58 anos passou mal e passou a ser considerada um caso suspeito de zika, com base em um exame de urina, mas a confirmação depende dos exames de sangue.

Estados Unidos, Austrália, Taiwan e Reino Unido já advertiram seus cidadãos, especialmente as grávidas, sobre o perigo de viajar a Cingapura.

O vírus da zika, que foi detectado em 67 países, provoca pequenos sintomas na maioria dos infectados, mas no caso das mulheres grávidas pode provocar o nascimento de crianças com microcefalia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos