Bomba mata 10 em mercado na cidade natal do presidente filipino

Manila, 2 Set 2016 (AFP) - Pelo menos dez pessoas morreram e dezenas ficaram feridas quando uma bomba explodiu em um mercado noturno em Davao, cidade do sul do país onde nasceu o presidente Rodrigo Duterte, informaram as autoridades.

A explosão ocorreu antes das 23h00 locais (meio-dia em Brasília) e deixou corpos espalhados em meio a destroços de mesas e cadeiras de plástico em uma estrada que tinha ficado fechada ao trânsito devido ao mercado, no centro da cidade de Davao.

Um dispositivo explosivo improvisado causou a explosão, informou o porta-voz presidencial Martin Andanar, acrescentando que traficantes de drogas contrários à guerra de Duterte contra o crime ou militantes islâmicos podem ter sido os autores.

"Há muitos elementos que estão furiosos com o nosso presidente e o nosso governo", disse Andanar à rádio DZMM.

"Não descartamos a possibilidade de que eles [os narcotraficantes e os islamitas] possam ser responsáveis disto, mas é muito cedo para especular", acrescentou.

De acordo com a porta-voz da polícia de Davao, Catherine dela Rey, além dos dez mortos, outras sessenta pessoas ficaram feridas.

Davao é a maior cidade do sul das Filipinas, com uma população de cerca de dois milhões de pessoas. Fica a cerca de 1.500 km da capital, Manila.

bur-kma/eb/aoc/jz/cn/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos