Maquete de Londres pegará fogo para lembrar incêndio de 1666

Londres, 3 Set 2016 (AFP) - Uma maquete de 120 metros de comprimento da Londres do século XVII arderá neste fim de semana para lembrar o 350º aniversário do incêndio que devastou a capital britânica.

O Grande Incêndio (Great Fire) de 1666, como é conhecido, destruiu a maior parte da cidade murada, que datava dos tempos romanos, e a levou a ser praticamente reconstruída a partir do zero.

A capital lembrará neste fim de semana o drama com uma série de atos que culminarão com a queima da maquete em madeira da cidade, um evento que será realizado no rio Tâmisa para evitar incêndios.

"Será espetacular", prometeu Helen Marriage, diretora de atos criativos da empresa Artichoke, responsável pelo programa de atos "London's Burning" ("Londres está queimando").

A maquete foi construída pelo americano David Best e a queima será transmitida pela internet ao vivo a partir de domingo às 20h25 (16h25 de Brasília).

O Grande Incêndio de Londres começou pouco depois da meia-noite de 2 de setembro de 1666 na padaria Thomas Farrinor da rua Pudding Lane - ainda existe - e foi se estendendo gradualmente por uma cidade construída sobretudo em madeira.

Finalmente, se extinguiu em 5 de setembro, transformando em cinzas 80% da cidade murada, cerca de 13.200 casas, 87 igrejas e a catedral de Saint Paul.

O balanço oficial foi de apenas 6 mortos, mas entre 70.000 e 80.000 pessoas precisaram fugir, em sua maioria aos campos adjacentes às muralhas.

Foram registrados tão poucos mortos porque "o fogo não pegou as pessoas de surpresa" e elas tiveram tempo de fugir, principalmente em direção ao rio, explicou Meriel Jeater, curadora da exposição "Fire! Fire! no Museu de Londres.

Em seguida começou a busca por culpados, e os estrangeiros e católicos se tornaram os bodes expiatórios, com a realização de linchamentos nas ruas de Londres.

Robert Hubert, um relojoeiro francês, confessou ter começado o incêndio e foi enforcado - embora estivesse no mar do Norte quando o foco começou.

A Londres das construções em pedra de estilo barroco inglês surgiu das cinzas daquela cidade de madeira, embora tenha mantido exatamente seu velho traçado por respeito aos direitos de propriedade.

A exposição do Museu de Londres contém objetos que foram salvos da queima e cartas da época narrando o ocorrido.

Além da queima da maquete, o programa de atos inclui a projeção em vídeo de um incêndio na cúpula da catedral de Saint Paul e um conjunto de 23.000 peças de madeira que irão caindo como peças de dominó para ilustrar como o fogo se alastrou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos