Hermine volta a ganhar força e ameaça costa nordeste dos EUA

Washington, 4 Set 2016 (AFP) - A tempestade tropical Hermine está perto de se converter outra vez em furacão - disse neste domingo (4) o Centro Nacional de Furacões dos EUA, que considerou que há risco de graves inundações no leste do país, do estado de Nova Jersey até o de Connecticut.

Duas pessoas morreram desde que Hermine atingiu na sexta-feira (2), como furacão, a costa da Flórida, antes de perder força e ser rebaixada para tempestade tropical, enquanto se movia em direção ao norte.

Seus ventos aumentaram desde então, e o Serviço de Meteorologia informou hoje que se espera que a tempestade "esteja com ou próximo à força de furacão nas próximas 48 horas".

Ao meio-dia de domingo, Hermine estava 520 km ao sudeste de Ocean City, em Maryland, na região do Médio Atlântico dos Estados Unidos - longe do mar, mas perto o suficiente para que as áreas costeiras sejam atingidas com fortes chuvas, maré alta e ondas de até 1,5 metro.

O Serviço de Meteorologia antecipa que os ventos máximos sustentados atuais de 113 km/h de Hermine podem atingir 121 km/h - classificando-a de novo como furacão de categoria 1 - entre este domingo e terça-feira (6) de manhã.

No sábado (3), a tempestade causou a morte de um motorista na Carolina do Norte. O caminhão de 18 rodas que ele dirigia caiu de um ponte, devido aos fortes ventos, informaram autoridades à AFP. Na sexta-feira, um homem sem-teto morreu, ao ser esmagado por uma árvore na Flórida.

Hermine era um furacão de categoria 1 na escala de Saffir-Simpson (que conta com cinco categorias) quando atingiu a costa do Golfo do México da Flórida na sexta-feira, causando inundações e quedas de energia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos