Buenos Aires tem 'beijaço' contra discriminação

Buenos Aires, 6 Set 2016 (AFP) - Vários casais homossexuais participaram nesta segunda-feira de um "beijaço" diante de um tradicional bar de Buenos Aires, convocados por um casal de mulheres que foi convidado a se retirar do estabelecimento.

"Me expulsaram do Bar 'La Biela'", escreveu Belén Arena, 25 anos, nas redes sociais ao convocar o protesto, que se realizou sob intensa chuva no bairro de Recoleta.

Arena explicou que "o objetivo deste 'beijaço' é provar que cada vez mais temos vontade de viver livremente e há cada vez menos gente que pensa como os homens das cavernas".

A jovem declarou que na segunda-feira passada foi interpelada por um funcionário do bar quando acariciava o rosto e o ombro de sua companheira, que chorava por um problema pessoal.

"O moço nos disse: 'fiquem tranquilas, mas não podem fazer isto aqui'", revelou Arena, que pediu para falar com o gerente, que confirmou a repreensão.

O gerente do La Biela, Carlos Gutiérrez, justificou sua decisão em entrevista a uma rádio afirmando que "faria o mesmo com um casal normal, com um homem e uma mulher", o que indignou Arena ainda mais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos