Grupos sírios de ajuda suspendem cooperação com a ONU

Nações Unidas, Estados Unidos, 8 Set 2016 (AFP) - Mais de 70 grupos sírios de ajuda suspenderam sua cooperação com a Organização das Nações Unidas e acusaram as agências de ajuda humanitária do organismo e seus homólogos de serem manipulados pelo regime, de acordo com uma carta revelada nesta quinta-feira (8).

Na carta dirigida ao Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) os 72 assinantes demandaram uma investigação nas agências da ONU que trabalham na Síria e pediram que seja criado um órgão de controle para supervisionar as atividades de ajuda.

"Ficou claro para muitas organizações que o governo sírio em Damasco tem uma significativa e substancial ingerência na atuação das agências das Nações Unidas que trabalham na capital, assim como em seus homólogos", incluindo a Cruz Vermelha Síria, diz a carta.

Entre os assinantes estão a Sociedade de Medicina Síria-Americana e a Defesa Civil Síria, conhecidos como os capacetes brancos, que têm uma presença ativa nas zonas controladas pela oposição.

Os grupos anunciaram sua saída do programa de troca de informação da ONU para a entrega de ajuda e propuseram um novo mecanismo "onde não há influências políticas".

"O governo sírio está interferindo na entrega de ajuda humanitária em múltiplas instâncias", escreveram os grupos de ajuda.

Mais de 290.000 pessoas morreram na guerra civil que começou há 6 anos e os esforços para terminar o conflito fracassaram.

dt-cml/vs/fpc/fj/cb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos