Rússia abre investigação por rio tingido de vermelho

Moscou, 8 Set 2016 (AFP) - O ministério do Meio Ambiente russo ordenou a abertura de uma investigação sobre um possível acidente industrial que pode ter tingido de vermelho um rio no norte da Sibéria.

O ministério afirmou em um comunicado divulgado na quarta-feira ter recebido mensagens por parte dos habitantes desta região afastada queixando-se pela "contaminação do rio Doldykan, perto da cidade de Norilsk, por um produto químico não identificado que mudou para vermelha a cor da água".

"Segundo as primeiras informações, a razão provável da contaminação do rio pode ser a ruptura de um cano de saída da usina de níquel de Norilsk", uma cidade de 170.000 habitantes situada ao norte do círculo polar ártico, afirmou o ministério.

Grupos locais de defesa do meio ambiente divulgaram fotografias na internet que mostram a água tingida de vermelho no rio que cruza as florestas do grande norte russo.

A empresa Norilsk Nickel, a maior produtora de níquel e paládio do mundo, indicou ter visto as imagens que circulam na internet, mas negou qualquer envolvimento de sua usina.

"Nossa filial na região (...) não confirmou um vazamento ou derramamento acidental de dejetos industriais que possa ter impactado no estado do rio Doldykan", indicou a empresa.

O gigante minerador anunciou, no entanto, que vigiará a situação e que decidiu cessar a produção em uma de suas usinas. Também divulgou fotografias com as quais quer provar que "a cor do rio hoje não difere do seu estado habitual".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos