Torcedores de futebol detidos por agredir grávida que usava véu muçulmano

Barcelona, 8 Set 2016 (AFP) - Dois torcedores do Espanyol de Barcelona, da primeira divisão do futebol da Espanha, foram detidos por ter agredido uma grávida de oito meses que usava nicab, o véu muçulmano que só deixa os olhos da mulher à vista.

A agressão aconteceu na segunda-feira da semana passada quando a mulher passeava pelo centro de Barcelona junto com seu marido e seus dois filhos e foi agredida pelos dois torcedores porque usava o nicab.

O marido da mulher reagiu às provocações e também foi agredido pelos dois homens vinculados à torcida radical de extrema-direita Brigadas Blanquiazuis do Espanyol de Barcelona, que teve, em 2010, proibida sua entrada nos estádios.

A mulher tentou interferir na briga quando um dos torcedores chutou sua barriga. A polícia chegou e deteve os agressores.

A mulher foi internada, mas passa bem.

Os dois agressores são acusados por crime de ódio, discriminação e agressão.

Segundo Mounir Benjelloun, presidente da Federação Espanhola de Entidades Religiosas Islâmicas, este tipo de agrssão acontece todos os dias no país, mas não é noticiada.

Segundo um relatório publicado em abril pela Plataforma Cidadã contra a Islamofobia, os atos islamofóbicos se multiplicaram por dez em um ano, passando de 48 em 2014 a 534 em 2015.

Segundo o governo, as agressões por motivos religiosos e racistas nesse período passaram de 538 a 575.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos