EUA e Rússia criticam teste nuclear norte-coreano e manifestam preocupação

Genebra, 9 Set 2016 (AFP) - O secretário de Estado americano, John Kerry, e o chanceler russo, Serguei Lavrov, expressaram nesta sexta-feira sua preocupação após o teste nuclear da Coreia do Norte e anunciaram que pretendem levar o caso às Nações Unidas.

Em um encontro com Lavrov diante dos jornalistas antes de uma reunião sobre a Síria em Genebra, Kerry afirmou que conversou com os ministros das Relações Exteriores do Japão e da Coreia do Sul sobre a questão.

"Obviamente Japão e Coreia do Sul estão profundamente preocupados por sua proximidade. Mas acredito que é justo dizer que China, Rússia e Estados Unidos compartilham a preocupação", disse Kerry.

"Estamos seriamente preocupados. As resoluções do Conselho de Segurança devem ser estritamente implementadas e devemos enviar esta mensagem de maneira muito forte", declarou Lavrov.

Estados Unidos, Rússia, China, Japão e Coreia do Sul lideram a resposta internacional ao programa nuclear da Coreia do Norte, proibido por resoluções da ONU. Estes países integram o atualmente paralisado "Diálogo dos Seis".

"Estamos tentando saber precisamente o que aconteceu (...) e vamos falar sobre isto no contexto das Nações Unidas", concluiu Kerry.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos