Suspeita de tentativa de atentado em Paris é posta em prisão provisória

Paris, 10 Set 2016 (AFP) - Ornella G., de 29, foi formalmente acusada neste sábado à noite (10), em uma corte dedicada a casos de terrorismo, e teve sua prisão provisória decretada por ter participado da preparação de um atentado frustrado com carro-bomba no centro de Paris - anunciou o Ministério Público.

Já fichada por sua intenção de ir à Síria, a suspeita foi detida na última terça (6), junto com seu companheiro, no sul da França. O homem foi solto.

A mulher foi acusada de "associação ilícita relacionada a um atentado terrorista criminoso" e "tentativa de assassinato em grupo organizado", afirmou o MP.

Suas impressões digitais foram encontradas no veículo abandonado no fim de semana passado no Quartier Latin, na capital francesa. Dentro do carro, havia vários botijões de gás.

Os investigadores estão convencidos de que esse veículo, que estava a poucas centenas de metros da Catedral Notre-Dame-de-Paris com o pisca-alerta ligado e sem placa, seria usado em um atentado. O ataque falou por alguma razão ainda desconhecida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos