Balanço de incêndio em Bangladesh sobe para 29 mortos

Dacca, 11 Set 2016 (AFP) - Os bombeiros de Bangladesh encontraram, neste domingo, quatro corpos nos escombros de uma fábrica ao norte de Dacca, onde aconteceu a explosão de uma caldeira no sábado, o que aumentou o número de mortos para 29.

No momento da explosão, quase 100 pessoas estavam trabalhando no edifício de quatro andares, localizado no subúrbio industrial de Tongi.

O balanço anterior, fornecido por Parvez Mia, médico do hospital público de Tongi, era de 25 mortos e de pelo menos 70 feridos.

"A maioria dos feridos apresentam queimaduras. Transferimos os mais graves para o hospital de Daca", acrescentou o médico.

O fogo começou às 6H00 locais de sábado. "Pelo que sabemos, havia produtos químicos acumulados no andar de baixo, o que fez com que o incêndio se propagasse com grande velocidade", explicou à AFP Tahmidul Islam, alto responsável da polícia de Bangladesh.

O laboratório, onde o acidente começou após a explosão da caldeira, produz embalagens plásticas destinadas à indústria alimentícia.

Incêndios em pequenas fábricas de Bangladesh são um problema recorrente, principalmente na indústria têxtil.

Em 2012, um acidente em uma fábrica têxtil custou a vida de 111 pessoas. Em 2013, outro incêndio matou 7 trabalhadores. Dois anos depois, em 2015, 13 funcionários morreram em um incêndio.

A maior tragédia industrial, entretanto, ocorreu em abril de 2013 quando um edifício que abrigava diversas oficinas têxteis desmoronou e 1.100 pessoas morreram.

Devido aos custos insignificantes, baixos salários, longas jornadas e condições de trabalho precárias, inclusive de segurança, Bangladesh se tornou o segundo exportador mundial de tecidos depois da China.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos