Hillary admite à CNN que sentiu 'mal-estar' durante cerimônia em Nova York

Washington, 13 Set 2016 (AFP) - A candidata presidencial americana Hillary Clinton admitiu nesta segunda-feira que sentiu um "mal-estar" e perdeu o equilíbrio, mas não sofreu um desmaio no domingo, durante uma cerimônia em Nova York, em um episódio que a forçou suspender sua campanha.

"Senti um mal-estar e perdi o equilíbrio por um instante, mas uma vez que entrei (em um automóvel), uma vez que pude me sentar e sair do calor, uma vez que bebi água, imediatamente me senti melhor", disse Clinton, para acrescentar que voltará a sua campanha "em um par de dias".

Hillary, de 68 anos e candidata presidencial pelo Partido Democrata, teve de suspender todos os atos de sua campanha eleitoral previstos para o início desta semana por recomendação médica.

No domingo, Hillary passou uma hora e meia assistindo a uma cerimônia em Nova York em homenagem às vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001, mas teve que se retirar antes que terminasse.

Um vídeo gravado por um fã mostrou Hillary cambaleante, precisando de ajuda para entrar em um automóvel.

Horas mais tarde, foi conhecido que na sexta-feira anterior uma equipe médica havia diagnosticado uma pneumonia em Hillary, mas a equipe de campanha optou por manter essa informação em segredo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos