Mulheres que planejavam atentado em Paris comparecem ante a justiça

Paris, 12 Set 2016 (AFP) - As três mulheres suspeitas de planejar um atentado em Paris compareceram nesta segunda-feira ante um tribunal.

Inès Madani, de 19 anos, Sarah H. de 23, e Amel S. de 39, foram detidas na noite de quinta passada no sudeste de Paris. Mohamed Lamine A., de 22 anos, companheiro de Sarah H., também foi levado ante a justiça.

O comando de mulheres radicalizadas planejava cometer ataques contra estações de trem ou agentes da polícia usando cinturões de explosivos ou lança-foguetes.

Inès Madani, que jurou lealdade ao Estado Islâmico, também teria participado em um ataque frustrado com carro-bomba em pleno coração de Paris na madrugada de 4 de setembro.

Ela é filha do dono do carro abandonado perto da catedral Notre Dame, dentro do qual foram achados cinco botijões de gás, que Madani teria abandonado com a ajuda de uma cúmplice, Ornella Gilligmann, acusada formalmente no sábado.

Um adolescente de 15 anos, também suspeito de planejar um atentado, foi levado ante o tribunal nesta segunda, dois dias depois de ser preso na casa de sua mãe, onde já estava em prisão domiciliar por radicalização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos