Oposição síria pede garantias sobre a aplicação da trégua

Beirute, 12 Set 2016 (AFP) - A oposição síria pediu nesta segunda-feira "garantias" sobre a aplicação da trégua que devem entrar em vigor às 19H00 locais (13H00 de Brasília).

"Queremos saber quais são as garantias (...) Esperamos que existam garantias e pedimos garantias especialmente dos Estados Unidos, que é parte envolvida no acordo de trégua", afirmou à AFP Salem al-Muslet, porta-voz do Alto Comitê de Negociações (ACN) da oposição síria.

O anúncio da trégua na sexta-feira aconteceu após semanas de negociações entre Estados Unidos e Rússia, que apoiam respectivamente a rebelião e o regime, e no momento em que os insurgentes passam por dificuldades militares, depois de uma derrota na última batalha de Aleppo.

"Estamos revisando completamente (o acordo). É realmente importante conhecer os níveis de compromisso de todas as partes no acordo, especialmente os Estados", disse Muslet.

"Qual é a definição escolhida para "terrorismo" e qual será a resposta em caso de violação?", questiona.

Segundo o acordo, Rússia e Estados Unidos concordaram em atacar em conjunto os extremistas, caso a trégua seja respeitada.

O regime de Damasco, apoiado pela Rússia, chama de "terrorista" todos os grupos que lutam contra o governo, sejam moderados, islamitas ou jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos