Urso-pardo é morto a tiro na Espanha

Madri, 13 Set 2016 (AFP) - A polícia espanhola abriu, nesta segunda-feira, uma investigação após a descoberta do cadáver de um urso-pardo, uma espécie protegida neste país, com um disparo no peito.

O animal, com peso de cerca de 105 quilos, foi encontrado na sexta-feira por alguns turistas na entrada da Reserva Natural de Muniellos, na região de Astúrias, no norte da Espanha, explicou um porta-voz da polícia local.

Na Espanha vivem cerca de 280 ursos-pardos, a maioria na região de bosques de Astúrias e nas montanhas dos Pirineus, junto à fronteira com a França, segundo a Fundação Urso-Pardo.

O presidente desta fundação, Guillermo Palomero, assegurou que o fato é "muito grave" e "muito preocupante", pois ocorreu "no coração de um espaço protegido".

"Não há razão que justifique disparar e matar um urso", disse à AFP.

Reintroduzido em algumas áreas da Europa Ocidental - no leste do continente nunca desapareceram -, os ursos-pardos, provocaram mal-estar entre parte da população local por vários ataques contra ao gado ocorridos nos últimos anos.

Os machos podem chegar a pesar 350 quilos e as fêmeas cerca de 200 e podem correr mais rápido que um homem. Sobre suas patas traseiras, chegam a medir dois metros.

São onívoros, se alimentam de bagas e frutos secos e também de animais como ovelhas e bezerros

Segundo a organização World Wildlife Fund (WWF), os ursos têm um papel importante em manter sob controle a população de outros animais e em dispersar as sementes com seus excrementos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos