Renda média das famílias nos EUA tem primeiro aumento desde a crise de 2008

Washington, 13 Set 2016 (AFP) - Pela primeira vez desde o início da crise financeira há oito anos, em 2015 a renda média das famílias americanas aumentou, anunciou nesta terça-feira o Censo dos Estados Unidos.

A renda média subiu 5,2% em termos reais, ou seja, considerando a inflação entre 2014 E 2015. No mesmo período a taxa de pobreza caiu 1,2 pontos percentuais.

"É o primeiro aumento anual da renda média desde 2007, o ano que precedeu a última recessão", afirmou o organismo.

Essa renda continua sendo, entretanto, 1,6% inferior a de 2007, um ano antes da crise financeira estourar em 2008.

De 56.516 dólares em 2015, a renda média de uma família americana continua sendo 2,4% mais baixa que o mais alto valor alcançado em 1999.

A pobreza nos Estados Unidos afetava em 2015 a 13,5% da população ou 43,1 milhões de pessoas, o que representa 3,5 milhões de pessoas a menos que em 2014.

O percentual de pessoas que não têm plano de saúde caiu para 9,1% em 2015, contra 10,4%, segundo a pesquisa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos