Argentina e GB acertam cooperação econômica nas Malvinas

Buenos Aires, 14 Set 2016 (AFP) - Argentina e Grã-Bretanha acertaram uma cooperação nas áreas de petróleo e gás, pesca, comércio, navegação e transporte aéreo na região das Ilhas Malvinas, revela um comunicado conjunto divulgado nesta terça-feira, em Buenos Aires.

Por ocasião da presença em Buenos Aires do vice-chanceler britânico, Alan Duncan, foram "adotadas as medidas apropriadas para remover todos os obstáculos que limitam o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável das Ilhas Malvinas, incluindo comércio, pesca, navegação e hidrocarbonetos".

"As duas partes destacam os benefícios da cooperação e de um compromisso positivo" no Atlântico Sul, revela o comunicado conjunto.

O comunicado cita ainda outras áreas de interesse recíproco, desde o fomento do comércio multilateral até o combate à corrupção e ao narcotráfico.

A nova etapa das relações bilaterais é promovida pelo presidente Mauricio Macri desde que assumiu o mandato, em dezembro de 2015.

Argentina e Grã-Bretanha não mantiveram boas relações durante os 12 anos dos governos de Néstor e Cristina Kirchner, que exigiam de Londres negociações sobre a soberania das Malvinas.

A Grã-Bretanha nega qualquer negociação sobre as ilhas alegando que seus habitantes votaram pela permanência entre os britânicos.

A Argentina reclama soberania sobre as Malvinas desde que tropas britânicas invadiram e ocuparam as ilhas, em 1833, após sua ocupação por franceses, espanhóis e argentinos.

Em 1982, durante a ditadura do general Leopoldo Galtieri, tropas argentinas recuperaram as ilhas e deflagraram uma guerra que terminou com a vitória britânica após 74 dias de combates.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos