Galhos de árvore que sobreviveu ao 11/9 irão a França, San Bernardino e Orlando

Nova York, 15 Set 2016 (AFP) - Galhos da única árvore que sobreviveu ao ataque no World Trade Center, em 11 de setembro de 2001, serão entregues a duas comunidades dos Estados Unidos e da França, que foram alvos de recentes ataques terroristas.

San Bernardino, a cidade da Califórnia onde um casal atirou em 14 pessoas em dezembro passado e Orlando, Flórida, onde outro homem armado matou 49 em uma boate gay neste ano, receberão os galhos da "Árvore Sobrevivente", disse em um comunicado o Memorial e Museu do 11/9.

O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayralt, aceitará a planta em Nova York oficialmente neste final de semana, anunciou nesta quarta-feira o consulado.

A França enfrentou recentemente vários atentados, desde um devastador ataque do grupo Estado Islâmico (EI) com armas e bombas em Paris, que matou 130 pessoas em novembro passado, até um espantoso ataque com um caminhão que atropelou uma multidão deixando 86 mortos em julho.

"Depois do 11/9, a Árvore Sobrevivente se tornou um símbolo da fortaleza e da resiliência de nosso país", declarou o presidente do memorial, Joe Daniels, em um comunicado divulgado na segunda-feira.

"Como as árvores crescem e se desenvolvem, esperamos que inspirem o povo de França, Orlando e San Bernardino e que continuem recuperando-se e curando-se", declarou.

A Árvore Sobrevivente, uma pereira Callery, foi descoberta nos escombros do World Trade Center em outubro de 2001, durante as operações para limpar o local. Desde então foi cuidada e replantada no Memorial 11/9.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos