Queniano condenado a 100 anos de prisão por estuprar 3 meninas em igreja

Nairóbi, 14 Set 2016 (AFP) - A justiça queniana condenou a cem anos de prisão um homem declarado culpado por estuprar três meninas, duas de 13 anos e outra de 10, depois de trancá-las em uma igreja.

Harrison Kinyua, 20 anos, cometeu o crime em 9 de dezembro de 2015 em uma igreja da aldeia de Kangaru (centro) quando as meninas foram devolver algumas cadeiras que haviam sido emprestadas para um enterro.

Kinyua, que se declarou culpado, estava presente no enterro e seguiu as meninas até o templo, onde as estuprou.

Ele chegou a oferecer batatas fritas em troca do silêncio de suas vítimas, mas elas denunciaram os fatos aos pais.

Um exame médico confirmou que haviam sido submetidas a abusos sexuais.

str-ndy/fal/lp/age/jz/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos