Turquia critica edição 'provocadora' da revista alemã Der Spiegel

Istambul, 14 Set 2016 (AFP) - A Turquia criticou energicamente a revista alemã Der Spiegel por ter apresentado seu presidente, Recep Tayyip Erdogan, como um ditador, em uma edição especial consagrada ao país.

A edição da Der Spiegel dedicada à Turquía chegou na terça-feira às bancas com o título "Um país perde sua liberdade" na capa e um texto que descreve Erdogan como um ditador.

Em um comunicado, a chancelaria turca destaca "uma atitude retorcida e oblíqua" no tratamento dado à Turquia pela revista alemã.

Na capa está uma foto de Erdogan com expressão impassível e usando óculos de sol, tendo como fundo dois minaretes de uma célebre mesquita de Istambul transformados em mísseis.

A chancelaria julgou essa imagem "particularmente provocadora", pois não apenas transmite "uma imagem negativa da Turquia, como também do Islã".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos