Rússia deseja que ONU apoie acordo Moscou-Washington sobre Síria

Nações Unidas, Estados Unidos, 15 Set 2016 (AFP) - A Rússia deseja que o Conselho de Segurança da ONU adote uma resolução apoiando o acordo entre Moscou e Washington sobre a Síria, informou nesta quinta-feira o embaixador russo nas Nações Unidas, Vitali Churkin.

A resolução está sendo discutida e pode ser adotada na sessão do Conselho prevista para a próxima quarta-feira, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas e na presença dos chefes da diplomacia dos dois países: John Kerry e Serguei Lavrov.

"Estamos trabalhando nisto", declarou Churkin à imprensa. "Acredito que será adotado no dia 21" de setembro.

Para Moscou, esta resolução deve "ratificar o acordo" estabelecido na semana passada e que permitiu instaurar uma trégua para a entrega de ajuda humanitária na Síria.

Segundo a embaixadora americana Samantha Power, EUA e Rússia colocarão em andamento um centro de coordenação para ações contra os rebeldes jihadistas, enquanto o governo sírio deverá se abster de utilizar seus aviões e helicópteros.

"O regime (sírio) não terá mais desculpas de atacar a Frente Al Nosra (ligada à Al-Qaeda) para perseguir sua própria população", declarou a diplomata.

cml-avz/md/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos