Frase supostamente racista de deputado causa polêmica na Bélgica

Bruxelas, 16 Set 2016 (AFP) - Um deputado liberal belga se viu obrigado a pedir desculpas públicas nesta sexta-feira por ter mandado uma parlamentar socialista "voltar para o Marrocos", uma frase que gerou polêmica no reino.

"Sinto muito por ter usado palavras que usei. Não sou racista e o racismo não tem lugar no parlamento", afirmou o deputado flamenco Luc Van Biessen em uma coletiva junto com a colega também flamenca Meryame Kitir.

Kitir, nascida na Bélgica de pais marroquinos, agradeceu às desculpas de Van Biessen, já que demonstram que "o racismo não é aceitável nem no parlamento, nem em qualquer outro lugar".

O incidente aconteceu quando Kitir, ex-sindicalista e funcionária da fábrica Ford de Genk (fechada em 2014), perguntou ao premiê Charles Michel sobre sua política em relação aos 2.000 trabalhadores da Caterpillar ameaçados de perder seus empregos.

siu-tjc/eg/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos