Trump e Papa desejam recuperação rápida a Shimon Peres

Jerusalém, 16 Set 2016 (AFP) - O ex-presidente israelense Shimon Peres permanecia estável na manhã desta sexta-feira, depois de ter sofrido um grave acidente vascular cerebral, enquanto as mensagens de apoio continuam chegando ao hospital, do Papa ou de Donald Trump, após a enviada pelos Clinton, anunciou um porta-voz.

Peres, de 93 anos, foi hospitalizado na terça-feira no centro Tel-Hashomer de Ramat Gan, perto de Tel Aviv, depois de sofrer um AVC, o que aumenta os temores pela vida do último sobrevivente da geração de pais fundadores de Israel e um dos artífices dos acordos de Oslo assinados com os palestinos na década de 1990.

O ex-dirigente passou uma terceira noite tranquila no setor de cuidados intensivos no hospital Tel-Hashomer, informaram seus porta-vozes.

"Não há mudanças no momento", disse um porta-voz à AFP. "Continua estável dentro da gravidade", acrescentou, enquanto outro porta-voz seguiu descrevendo seu estado como "crítico".

Peres segue conectado a um respirador e sedado para que se canse o mínimo possível, acrescentou.

Peres recebeu, junto ao israelense Yitzhak Rabin e ao palestino Yaser Arafat, já falecidos, em 1994 o Nobel "por seus esforços em favor da paz no Oriente Médio".

As mensagens de apoio chegaram de todo o mundo. Após os Clinton, que se interessaram em várias ocasiões pelo estado do ex-presidente, o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, enviou uma mensagem a Peres desejando uma recuperação rápida, indicou um porta-voz.

O Papa também enviou uma mensagem afirmando que havia pronunciado, junto a um rabino argentino, uma oração no Vaticano pela recuperação rápida de seu "amigo". Peres e o pontífice rezaram juntos ao lado do presidente palestino, Mahmud Abbas, no Vaticano em 2014.

Na noite de quinta-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, descreveu Peres como "um trabalhador incansável em busca da paz entre israelenses e palestinos". "Lamentavelmente, estamos mais distantes do que nunca deste objetivo" de alcançar a paz, afirmou Ban durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU.

jod-lal/vl/aoc/es/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos