Tufão Meranti deixa ao menos 28 mortos na China

Pequim, 18 Set 2016 (AFP) - Meranti, o tufão mais potente que passou pela China nos últimos 70 anos, deixou ao menos 28 mortos, informou a imprensa nacional neste domingo, dias depois que a devastadora tempestade chegou à costa do país.

Na província de Fujian, no leste do país, as fortes chuvas e ventos de mais de 170 km/h inundaram ruas e derrubaram árvores, outdoors e postes de eletricidade.

A agência oficial Xinhua descreveu a tempestade como o tufão mais forte do ano e o mais devastador desde 1949. Ao menos 15 pessoas estavam desaparecidas.

Na cidade de Xiamen, o transporte e a rede elétrica funcionavam de forma irregular, declarou a Xinhua, acrescentando que 10.000 funcionários trabalhavam para tirar os escombros após a tempestade, que arrancou mais de 3.000 árvores e destruiu estradas e muros.

As inundações também destruíram uma ponte de 871 anos, tesouro do patrimônio no condado de Yongchun, informou a agência na sexta-feira.

O tufão chegou a Xiamen na quinta-feira de manhã, após passar pelo extremo sul de Taiwan.

No momento mais crítico, 3,2 milhões de casas ficaram sem eletricidade e água, acrescentou a Xinhua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos