China oferece US$ 100 milhões em ajuda a refugiados

Nações Unidas, Estados Unidos, 19 Set 2016 (AFP) - A China prometeu nesta segunda-feira (19) US$ 100 milhões em ajuda humanitária, a fim de contribuir para a superação da crise mundial de refugiados e disse que um fundo de US$ 1 bilhão criado com as Nações Unidas também poderá ser usado com esse propósito.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, assumiu esse compromisso na primeira cúpula da ONU sobre refugiados e migrantes, convocada para se chegar a um acordo sobre uma resposta internacional à crise de refugiados.

"A China atribui uma grande importância e tem sido parte ativa na solução desse tema", disse Li durante esse encontro. "Nos comprometemos a compatibilizar nossas responsabilidades com nossas capacidades", acrescentou.

O primeiro-ministro anunciou US$ 100 milhões em ajuda humanitária "além das promessas anteriores" e disse que seu governo estava considerando "reservar o Fundo para a Paz e o Desenvolvimento da China e da ONU para os países" que recebem refugiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos