Explosão em Nova York foi um "ator de terrorismo"

Nova York, 19 Set 2016 (AFP) - O ataque com uma bomba no bairro de Chelsea, em Nova York, que deixou 29 feridos no sábado, foi um ato de terrorismo, declarou nesta segunda-feira o prefeito da cidade depois da prisão de um suspeito, um americano nascido no Afeganistão.

"Temos todas as razões para acreditar que este foi um ato de terrorismo", declarou Bill de Blasio em coletiva de imprensa, após a prisão de Ahmad Khan Rahami, de 28 anos.

Funcionários da inteligência americana afirmaram nesta segunda-feira que não outros suspeitos de conexão com as bombas em Nova York e Nova Jersey não estão sendo procurados e que não há motivos para se achar que existe uma célula terrorista ativa na região.

"Não temos qualquer indicação de que haja uma célula operacional na área ou na cidade", declarou o subdiretor do escritório do FBI em Nova

"Não há outro indivíduo que estejamos procurando neste momento", acrescentou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos