França presta homenagem a todas as vítimas do terrorismo

Paris, 19 Set 2016 (AFP) - A França prestou uma emotiva homenagem nesta segunda-feira a "todas as vítimas do terrorismo", em uma cerimônia em Paris na presença do presidente François Hollande, de membros da oposição, sobreviventes e familiares das vítimas.

"Nunca antes nosso país havia sido atacado com uma magnitude criminal, uma raiva destruidora, uma crueldade bárbara semelhante", declarou Hollande durante a cerimônia, que começou às 09h00 locais, sob uma chuva fina, no Hotel Des Invalides.

Familiares das vítimas e sobreviventes tomaram a palavra para prestar homenagem às 230 pessoas que perderam a vida, vítimas de atentados, na França ou no exterior, desde setembro de 2015.

"No dia 14 de julho de 2016, dia de festa nacional, nossas vidas foram destroçadas para sempre", manifestou Yasmine Bouzergan Marzouk, uma jovem muçulmana de 21 anos, que perdeu três membros de sua família no atentado de Nice, um dos mais mortíferos cometidos em território francês, com um saldo de 86 mortos.

A jovem, que não conseguiu conter as lágrimas, pediu que o Islã não seja identificado com o terrorismo, classificando os autores do massacre de bárbaros sem "fé, lei, nem religião".

Yasmine, que perdeu no massacre de Nice seu primo de 13 anos, lembrou que "estes criminosos atacaram um símbolo republicano, mas particularmente crianças, que são o futuro da França".

Dez crianças e adolescentes morreram no atentado cometido com um caminhão por um tunisiano no famoso Passeio dos Ingleses da região da Riviera francesa.

Durante a cerimônia, François Hollande anunciou uma reforma do sistema de indenização das vítimas de atentados, afirmando que "esta guerra já deixou tantas vítimas" que a resposta do governo e as regras de indenização "não podem continuar sendo as mesmas" de 30 anos atrás.

A data desta cerimônia não foi escolhida ao acaso. Em 19 de setembro de 1989, um avião DC-10 da companhia francesa UTA que cobria a rota Brazzaville-Paris explodiu em pleno voo devido a uma bomba, provocando a morte de seus 170 ocupantes.

Desde 1998, associações de vítimas se reúnem todos os anos, nesta data, no Hotel Des Invalides, onde está erguido o único monumento parisiense dedicado às vítimas do terrorismo.

bur-meb/es/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos