Oposição denuncia que ao menos 50 pessoas morreram em protesto na RD Congo

Kinshasa, 19 Set 2016 (AFP) - Ao menos 50 pessoas morreram pela ação das forças policiais durante as manifestações na República Democrática do Congo, denunciou nesta segunda-feira (19) a oposição, que foi às ruas para pedir a saída do presidente Joseph Kabila.

"A Assembleia lamenta a morte de inúmeras vítimas, mais de 50", denunciou a coalizão de oposição em um comunicado no qual pediu que as manifestações continuem na terça-feira (20).

Durante o dia, o Ministério do Interior informou que 17 pessoas morreram pela violência - 14 civis e três policiais, sendo que um deles foi queimado vivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos