Milhares de manifestantes em Bruxelas protestam contra tratados com EUA e Canadá

Bruxelas, 20 Set 2016 (AFP) - Cerca de 9.000 pessoas - segundo a Polícia - foram às ruas em Bruxelas nesta terça-feira (20), a dois passos das instituições europeias, para denunciar o tratado de livre-comércio negociado atualmente entre União Europeia (UE) e Estados Unidos, assim como o que foi concluído com o Canadá.

De acordo com a imprensa belga, os organizadores estimaram de 10.000 a 15.000 pessoas nas ruas.

Os organizadores do ato, uma coalizão ONGs, partidos de esquerda e sindicatos, convocaram a manifestação na capital da União Europeia (UE), três dias depois dos protestos, pelo mesmo motivo, na Alemanha. Lá, o evento reuniu entre 160.000 e 300.000 pessoas.

"Não queremos o TTIP e o Ceta (Comprehensive Economic and Trade Agreement)", gritavam os manifestantes, referindo-se ao Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento e ao Acordo Comercial entre Canadá e UE, que ainda precisam ser ratificados pelos Parlamentos nacionais dos membros do bloco europeu.

"Estou convencido de que seremos os perdedores. Isso vai desequilibrar totalmente o mercado agrícola", comentou o agricultor Stéphane Delogne.

siu-pa/age/lmm/an/cc/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos