Moro aceita denúncia contra Lula

Brasília, 21 Set 2016 (AFP) - O juiz Sérgio Moro, encarregado do julgamento do megaescândalo da Petrobras, aceitou nesta terça-feira (20) a denúncia por corrupção contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que qualificou o processo de "farsa".

"Presentes indícios suficientes de autoria e materialidade, recebo a denúncia contra os acusados", afirma o juiz em texto enviado à imprensa.

A Procuradoria-Geral da República denunciou Lula por ter recebido 3,7 milhões de reais em benefícios da construtora OAS, uma das principais envolvidas no escândalo do "Petrolão".

Lula "seria o beneficiário direto de vantagens concedidas pelo Grupo OAS e, segundo a denúncia, teria conhecimento de sua origem no esquema criminoso que envolveu a Petrobras", destaca Moro.

A procuradoria afirma que a OAS entregou a Lula "parte dos valores recebidos de contratos fraudulentos com a Petrobras". Os subornos foram repassados "mediante a compra, personalização e decoração de um apartamento tríplex no Guarujá", no litoral paulista.

A denúncia envolve ainda Marisa Letícia da Silva, mulher de Lula, e outras seis pessoas.

Lula sempre negou ser o proprietário do tríplex no Guarujá.

Espetáculo pirotécnicoLula reagiu afirmando que as acusações contra ele são uma "farsa" e um "show de pirotecnia".

"Estou triste porque acabo de saber que (o juiz Sérgio) Moro aceitou a denuncia contra mim, apesar de ser uma farsa, uma grande mentira, um grande show de pirotecnia", declarou Lula em videoconferência para um evento internacional organizado por seus advogados em Nova York.

"De qualquer forma, como acredito na Justiça e temos bons advogados, vamos lutar, ver no que dá", disse Lula.

Lula se torna réu e corre o risco de ficar inelegível - caso seja condenado em segunda instância - apenas duas semanas após o impeachment de Dilma Rousseff, sua herdeira política e sucessora.

Longo caminho nos tribunaisCom o recebimento da denúncia, Lula ficará pela primeira vez cara a cara com Moro, o juiz encarregado da Operação Lava Jato, que tem abalado as estruturas da corrupção no Brasil.

As investigações da Lava Jato envolvendo a Petrobras colocaram na mira da Justiça dezenas de parlamentares e enviaram para a prisão vários políticos e empresários.

Na denúncia contra Lula, 70 anos, os procuradores afirmaram que o ex-presidente era o "comandante máximo" do esquema de corrupção que durante uma década drenou bilhões de reais da Petrobras.

O ex-presidente já é réu em um tribunal federal de Brasília por tentativa de obstrução da justiça, no caso denunciado pelo ex-senador do PT Delcido do Amaral envolvendo a compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Lula tem ainda duas investigações pendentes abertas em Curitiba: uma para determinar se é o verdadeiro proprietário de um sítio em Atibaia, na região de São Paulo (registrado em nome de terceiros), e outra envolvendo pagamentos de diversas empreiteiras "beneficiadas pelo esquema da Petrobras" ao Instituto Lula e à LILS Palestras, empresa do ex-presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos