Polícia encontra homem nu e acorrentado em comunidade beduína em Israel

Jerusalém, 20 Set 2016 (AFP) - A polícia israelense anunciou ter encontrado nesta terça-feira um homem nu e acorrentado em uma comunidade beduína no deserto do Neguev, sul do país.

O homem, que foi internado, afirmou que há 15 anos sofria esse tratamento.

Os agentes estavam realizando uma operação para destruir construções ilegais dos beduínos em Alfora, leste de Ber Sheva, quando ouviram um choro de um homem, contou a polícia, que sem seguida encontrou um homem nu e acorrentado dentro de uma das moradias.

Segundo os primeiros resultados da investigação, as autoridades determinaram que o homem foi acorrentado por problemas mentais e porque teria jogado pedras contra crianças da comunidade.

Segundo a imprensa local, o homem é um beduíno de 43 anos, cujo rosto estava coberto de barro, e que não cortava o cabelo ou a barba há anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos