Rússia cita condições para retomada do cessar-fogo na Síria

Moscou, 20 Set 2016 (AFP) - O cessar-fogo entre o exército e os rebeldes na Síria, que expirou na segunda-feira após uma semana de relativa calma, só poderá ser retomado se os "terroristas" interromperem os ataques contra as posições das forças do regime de Bashar al-Assad, afirmou nesta terça-feira o Kremlin.

"As condições são muito simples: devem cessar os disparos, os terroristas devem parar de atacar o exército sírio. E depois, seria bom que nossos colegas americanos não bombardeassem mais por engano os sírios", disse o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.

Peskov indicou que o exército russo investiga as "informações" sobre um bombardeio contra um comboio humanitário da ONU na segunda-feira, após o fim da trégua na Síria.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), 12 funcionários do Crescente Vermelho e motoristas de caminhões, que deveriam transportar ajuda humanitária à província de Aleppo, morreram no bombardeio de segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos