Sobrinha do presidente da federação espanhola é encontrada morta no México

Madri, 20 Set 2016 (AFP) - A sobrinha de Angel María Villar, presidente da Federação Espanhola de Futebol, foi encontrada morta na cidade mexicana de Toluca, depois de ter sido sequestrada há uma semana, informou nesta terça-feira o ministro de Assuntos Exteriores da Espanha, José Manuel García Margallo.

"São notícias que produzem um desgosto enorme, não apenas por ela ser espanhola, mas por eu ter mantido contato desde o início com seu tio, Angel María", explicou o ministro, em entrevista à rádio Onda Cero.

"O mais triste é que achamos que isso seria solucionado facilmente, pelos dados que tínhamos, mas não foi assim", completou Margallo desde Nova York, onde participou da Assembleia Geral das Nações Unidas.

O ministro relatou que o sequestro aconteceu "na noite de terça-feira, dia 13 de setembro". "No dia seguinte, entraram em contato com a família, que entrou em contato conosco", relembrou.

Margallo contou que um pagamento chegou a ser realizado, mas inferior ao valor pedido pelos sequestradores. "Estávamos convencidos de que era questão de tempo que aparecesse livre, sã e salva, mas infelizmente não foi o que aconteceu", lamentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos