Yellen rejeita acusações de Trump de que Fed faz política

Washington, 21 Set 2016 (AFP) - A presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, rejeitou nesta quarta-feira as acusações do candidato republicano à Presidência, Donald Trump, de que o Fed faz política com sua taxa de juros.

"Eu posso dizer enfaticamente que a política partidária não influencia nas nossas decisões", disse Yellen, após o Fed anunciar que não irá alterar as taxas de juros nos Estados Unidos.

"Em nossas reuniões não discutimos política nem levamos em conta a política na hora de tomar nossas decisões", acrescentou.

Trump disse na semana passada que Yellen mantém as taxas de juros baixas para baratear o dinheiro e, assim, ajudar na popularidade do presidente Barack Obama.

Acrescentou que, deliberadamente, o Fed está deixando para o próximo presidente o efeito da decisão de aumentar as taxas básicas, que estão entre 0,25% e 0,50%.

Em coletiva de imprensa, Yellen disse que o Fed permanece alheio à política ainda que a eleição presidencial esteja próxima.

"Quero conduzir uma entidade que não seja política", afirmou.

Por lei, o Fed é um organismo independente com o objetivo de ficar de resguardo das decisões políticas. Seus representantes são designados pela Casa Branca e aprovados pelo Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos