'Capacetes brancos' sírios levam o prêmio por trabalho humanitário

Estocolmo, 22 Set 2016 (AFP) - Os grupos de defesa civil da oposição na Síria, conhecidos como 'capacetes brancos', receberam nesta quinta-feira o prêmio Right Livelihood, concedido por uma fundação privada sueca, por seu "compromisso humanitário".

A fundação justificou o prêmio, que aspira ser uma alternativa ao Nobel, por "sua excepcional coragem, sua compaixão e compromisso para socorrer os civis da destruição provocada pela guerra civil síria".

Os 'capacetes brancos', oficialmente chamados Defesa Civil, são uma organização que se declara apolítica e participa nas tarefas de socorro nas zonas sírias sob controle da oposição.

No início de setembro, ao lado de outras 73 ONGs, a Defesa Civil decidiu suspender a colaboração com a ONU para protestar contra a "manipulação dos esforços humanitários" por parte do regime de Bashar al-Assad.

Entre os demais premiados este ano figuram a ativista russa Svetlana Gansushkina, da ONG Memorial, a egípcia Mozn Hassan e sua organização Nazra for Feminist Studies, além do jornal turco independente Cumhuriyet.

Este ano os premiados dividirão três milhões de coroas (315.000 euros).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos