Alerta máximo no sul do Japão por chegada do tufão Chaba

Tóquio, 3 Out 2016 (AFP) - O potente tufão Chaba se dirigia nesta segunda-feira à região do arquipélago de Okinawa, no extremo sul do Japão, provocando o cancelamento de mais de 300 voos e o decreto de alerta máximo por tempestade.

A violenta tempestade, acompanhada de ventos com rajadas de 306 km/hora, se deslocava a noroeste perto de Okinawa, indicou a agência meteorológica do Japão.

A agência emitiu um alerta de nível máximo, o que significa que o tufão pode ser o mais potente no Japão em décadas e que pode causar graves danos.

As autoridades de Naha, capital de Okinawa, recomendaram a evacuação dos 320.000 habitantes da cidade, segundo a rádio pública NHK, embora não tenha sido detectado nenhum dano ou ferido até o momento.

Está previsto que o tufão alcance a ilha de Honshu, a principal do Japão, durante a semana, antes de cruzar o arquipélago japonês, segundo a agência meteorológica.

Mais de 300 voos foram cancelados e o aeroporto de Naha permaneceu fechado na manhã desta segunda-feira, segundo a NHK.

As escolas primárias e os estabelecimentos de ensino médio da região de Okinawa permaneceram fechados nesta segunda-feira, segundo os meios de comunicação.

Os tufões costumam afetar o Japão com regularidade, como o Lionrock, que provocou a morte de 22 pessoas no mês passado, ou o Malakas, responsável por uma morte em setembro.

bur/si/ds/mr/cls/jvb/age/ma

JAPAN AIRLINES

ANA HOLDINGS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos