Atentados do Estado Islâmico deixam 10 mortos em Bagdá

Bagdá, 3 Out 2016 (AFP) - Ao menos 10 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas nesta segunda-feira em atentados suicidas reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) em duas áreas de maioria xiita da capital iraquiana, Bagdá, informaram fontes oficiais.

Na explosão mais mortífera, um suicida detonou explosivos no bairro de Amil, no sudeste de Bagdá, matando ao menos 6 pessoas e ferindo outras 16, ou talvez mais, explicaram as mesmas fontes.

Outro criminoso detonou explosivos perto de uma garagem para táxis e ônibus e de um posto no qual eram distribuídos refrescos para os participantes de um ritual religioso xiita, e matou ao menos quatro pessoas e feriu 18.

O grupo EI emitiu um comunicado no qual reivindicava este ataque e afirmava que esteve dirigido aos muçulmanos xiitas, considerados hereges pelo grupo extremista sunita.

O grupo EI se apoderou de amplas áreas do norte e oeste de Bagdá em 2014. Embora tenha perdido desde então o controle de uma parte importante do território conquistado, segue realizando ataques frequentes nas áreas controladas pelo governo.

As forças iraquianas preparam um ataque para recuperar Mossul (norte), a última grande cidade iraquiana que resta nas mãos do EI, que fez dela um reduto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos