Jornalista ucraniano detido na Rússia por acusação de espionagem

Moscou, 3 Out 2016 (AFP) - Um jornalista ucraniano que trabalha em Paris, segundo Kiev, mas que seria oficial do serviço secreto ucraniano de acordo com Moscou, foi detido na capital russa por "espionagem", o que provocou indignação em seu país.

O serviço secreto russo deteve em Moscou "um alto funcionário do serviço de inteligência do ministério da Defesa ucraniano, o coronel Roman Suchtchenko", informou o FSB (ex-KGB), citado pela agência russa Interfax.

Suchtchenko "obteve informações confidenciais sobre as atividades das Forças Armadas e da Guarda Nacional russa", de acordo com as forças de segurança russas.

"Uma vez entregues a um país estrangeiro, as informações teriam provocado prejuízo à capacidade de defesa da Rússia", destacaram as fontes.

Em Kiev, a agência de notícias Ukrinform, para a qual Suchtchenko trabalha, afirmou que ele é jornalista desde 2002.

A agência ucraniana criticou o que chamou de "provocação planejada" pelo serviço secreto russo e informou que Suchtchenko é seu correspondente em Paris. Ele estava de férias na capital russa quando foi detido na sexta-feira, segundo a Ukrinform.

Suchtchenko, 47 anos, está detido desde então em Lefortovo, a prisão do FSB em Moscou, informou o advogado Mark Feiguin. Ele deve permanecer no local por dois meses, o prazo necessário para a investigação, de acordo com a porta-voz do tribunal russo que tomou a decisão, Ekaterina Krasnova.

A detenção de Suchtchenko provocou indignação na Ucrânia. O ministério das Relações Exteriores exigiu a libertação imediata de quem considera um "preso político".

O primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groysman, afirmou que a detenção é "a prova das violações em massa e sistemáticas dos direitos humanos" na Rússia.

A tensão entre Moscou e Kiev passa pelo pior momento desde a anexação da Crimeia pela Rússia, em março de 2014, e o conflito no leste da Ucrânia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos