Kim Kardashian é assaltada em Paris por falsos policiais

Paris, 3 Out 2016 (AFP) - A estrela de reality show americana Kim Kardashian foi assaltada a mão armada neste domingo à noite, em uma residência de luxo em Paris, por criminosos disfarçados de policiais, que roubaram joias avaliadas em 9 milhões de euros.

"Está muito abalada, mas fisicamente ilesa", afirmou a porta-voz de Kardashian em Nova York.

Kardashian, que estava em Paris para acompanhar a Semana de Moda, partiu na manhã desta segunda-feira da França, depois de ter sido interrogada pela polícia.

Os ladrões levaram um importante saque composto por um anel estimado em 4 milhões de euros e uma caixa de joias por um montante de 5 milhões, segundo fontes judiciais. "Também levaram dois telefones celulares", segundo uma fonte policial.

O roubo foi registrado a 00h30 GMT (21h30 de Brasília) em uma residência hoteleira de luxo, em La Madeleine, um dos bairros mais prestigiosos de Paris. Cinco ladrões atacaram o guarda e dois deles entraram no apartamento da estrela de televisão.

A rainha das redes sociais, de 35 anos, foi amarrada e presa no banheiro, segundo fontes policiais.

Em Nova York, seu marido Kanye West fazia um show no festival The Meadows quando, repentinamente, dirigiu-se ao público para dizer: "Sinto muito, o show acabou", e foi embora.

Um responsável do festival explicou posteriormente que o cantor se retirou devido a uma "emergência familiar".

A prefeitura de Paris disse nesta segunda-feira que fazia todo o possível para deter os autores deste assalto, e a prefeita, Anne Hidalgo, declarou que o incidente foi um ato isolado que não reflete as condições de segurança na capital francesa.

O assalto foi "um ato isolado que ocorreu em um local privado", disse Hidalgo em um comunicado, acrescentando que os turistas "podem vir à capital francesa visitá-la e relaxar em boas condições de segurança".

A prefeita afirmou ainda que acredita que a polícia "identificará e deterá rapidamente" os cinco ladrões que, disfarçados de policiais, roubaram Kardashian.

- Beijar as nádegas -Na manhã desta segunda-feira, um grupo de jornalistas e curiosos se reuniu diante da residência de luxo. "Há apenas estrelas aí dentro. Kanye West, Jay Z., Kim Kardashian está aí há uma semana, eu a vejo entrar e sair", disse o funcionário de um bar próximo.

No domingo, Kim Kardashian compareceu aos desfiles de Balenciaga e Givenchy, e se sentou na primeira fila com roupas leves, apesar do clima ameno de Paris no outono.

Segundo sua conta no Instagram, que já soma 84 milhões de seguidores, ela chegou a Paris há vários dias. Publicou, desde então, várias fotos vestida de maneira provocativa e excêntrica.

Segundo fontes ligadas à investigação, , o guarda-costas da milionária não estava na casa porque havia acompanhado uma das irmãs a uma discoteca.

Pascal Duvier, que escolta a estrela na maioria suas viagens, acompanhava Kourtney, de 37 anos, e a questão da ausência do guarda-costas incendiou as redes sociais.

Na semana passada, Duvier conseguiu neutralizar Vitalii Sediuk, um ex-jornalista ucraniano conhecido por agredir famosos em público, ao tentar beijar as nádegas da milionária na capital parisiense.

A musa, revelada no reality show "Keeping Up with the Kardashians", e seu marido, o rapper Kanye West, formam um dos casais mais famosos e influentes do momento.

Em maio de 2014, realizaram seu casamento com pompa na Europa, onde organizaram uma festa particular no Castelo de Versalhes - nos arredores de Paris - antes de levar seus convidados em aviões privados a Florença. Têm dois filhos, uma menina e um menino.

Kim Kardashian e Kanye West foram citados em 2015 entre as 100 personalidades mais influentes no mundo pela revista Time. Juntos, somavam uma fortuna próxima de 60 milhões de dólares.

Kanye West revelou, no entanto, neste ano ter uma dívida de 53 milhões de dólares, e pediu a seus numerosos seguidores que se registrassem no site de música pela internet Tidal para ajudá-lo a levar suas "belas ideias ao mundo".

Apesar das declarações da prefeita de Paris, o ataque sofrido por Kim Kardashian pode representar um novo duro golpe ao setor turístico francês, já afetado pela onda de ataques terroristas que, desde 2015, deixaram 238 mortos.

pta-sct-chp/pt/pa-meb/zm/ma/lb

LVMH - MOET HENNESSY LOUIS VUITTON

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos