Kerry diz que EUA não desistiram de alcançar paz na Síria

Bruxelas, 4 Out 2016 (AFP) - Os Estados Unidos não desistem de alcançar um acordo de paz na Síria, afirmou nesta terça-feira o secretário de Estado americano, John Kerry, um dia após seu país suspender sua cooperação com a Rússia.

"Ontem, como a maioria de vocês viram, os Estados Unidos anunciaram sua decisão de suspender nossas negociações bilaterais com a Rússia sobre a restituição do acordo de cessar-fogo" na Síria, explicou Kerry em Bruxelas, para quem esta decisão não foi tomada de forma leviana.

"Não deixaremos o povo sírio cair, não abandonaremos a busca pela paz, não desertaremos do campo multilateral. Vamos seguir buscando avançar para colocar fim a esta guerra", acrescentou em um discurso sobre os vínculos transatlânticos organizado por um centro de reflexão em Bruxelas.

O chefe da diplomacia americana também lançou um duro ataque a Moscou por seu apoio militar ao presidente sírio, Bashar al-Assad, quando os bombardeios no sitiado leste de Aleppo prosseguem.

"O regime sírio e a Rússia rejeitaram a diplomacia para continuar com sua busca de uma vitória militar sobre os corpos destroçados, os hospitais bombardeados e as crianças traumatizadas em uma terra que tanto sofreu", acrescentou Kerry.

Segundo o secretário de Estado americano, as pessoas sérias na busca pela paz "se comportam de maneira diferente de como a Rússia escolheu se comportar".

Os Estados Unidos anunciaram na segunda-feira a suspensão de suas negociações com a Rússia para um cessar-fogo na Síria, após a destruição total do maior hospital do setor rebelde de Aleppo em um bombardeio aéreo.

nr-tjc/age/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos