Turquia suspende mais de 12.000 policiais por supostos vínculos com tentativa de golpe

Ancara, 4 Out 2016 (AFP) - As autoridades turcas suspenderam mais de 12.000 policiais por supostos vínculos com o ex-pregador Fethullah Gülen, acusado de estimular o frustrado golpe de Estado de 15 de julho.

Dos 12.801 agentes suspensos de suas funções, 2.523 eram comandantes da polícia informou a força de segurança em um comunicado.

Desde a tentativa de golpe de Estado há quase quatro meses, as autoridades turcas cumprem um gigantesco expurgo em todos os setores sociais e no governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos