Civis fogem de combates no norte do Afeganistão

Konduz, Afeganistão, 5 Out 2016 (AFP) - Muitos civis tentavam fugir dos confrontos entre as tropas governamentais e talibãs em Kunduz, cidade do norte do Afeganistão que começa a sofrer com a falta de alimentos.

Na segunda-feira, as forças do governo recuperaram a área central da cidade, com a ajuda das tropas americanas.

Os combates prosseguiam nos subúrbios e nas proximidades da cidade, de acordo com várias fontes.

Aviões e helicópteros de combate americanos sobrevoavam a região.

"A grande operação de limpeza ainda não começou porque os inimigos continuam escondidos nas casas", afirmou Mahmood Danish, porta-voz do governo de Kunduz.

"Mas em breve nós vamos expulsá-los da cidade", completou à AFP.

A vida cotidiana continua muito perturbada em Kunduz, onde a água e a energia elétrica foram cortadas. Além disso, a cidade enfrenta problemas de abastecimento, que elevaram os preços, em particular o do pão.

Os prédios e públicos permanecem fechados e apenas os estabelecimentos comerciais com produtos de primeira necessidade abriram as portas.

Famílias inteiras tentavam fugir de Kunduz para a capital Cabul, mas o sistema de transporte é insuficiente.

A cidade de Kunduz é a única capital provincial que caiu sob poder dos talibãs desde que os insurgentes foram expulsos do poder em 2001, após a invasão das tropas dos Estados Unidos.

Em setembro de 2015, os talibãs conseguiram ocupar a cidade por três dias, mas foram expulsos pelas tropas americanas.

str-emh-ach/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos