Coalizão pode ter matado combatentes pró-governamentais no Iraque

Washington, 5 Out 2016 (AFP) - A coalizão internacional que combate o grupo Estado Islâmico (EI) reconheceu que muito provavelmente matou por erro combatentes sunitas aliados das forças governamentais iraquianas, em um bombardeio nesta quarta-feira perto de Mossul, informou uma fonte americana, destacando que o caso está sendo investigado.

O bombardeio aéreo matou 21 combatentes de tribos sunitas no reduto do EI, região norte do país.

O ataque aconteceu 1H00 ao leste de Qayarah, cidade ao sul de Mossul que as forças do governo retomaram em agosto do EI.

Até o momento não é possível determinar se foi um bombardeio do exército iraquiano ou da coalizão internacional antijihadista que realiza operações na região.

wat-lby/vog/sgf/yow/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos