Kerry pede aos talibãs que negociem uma paz "honrosa" com Cabul

Bruxelas, 5 Out 2016 (AFP) - O secretário de Estado americano John Kerry fez um apelo nesta quarta-feira aos talibãs para que sigam o exemplo de outro grupo rebelde afegão e alcancem uma paz "honrosa" com Cabul, para garantir a reconstrução do país devastado por décadas de conflito.

"Há um caminho para um fim honroso do conflito que os talibãs têm travado, um conflito que não pode ser vencido no campo de batalha", disse Kerry em Bruxelas durante uma conferência internacional de doadores.

O chefe da diplomacia americana se referia ao acordo de paz assinado no mês passado entre Cabul e Gulbuddin Kekmatyar, um senhor de guerra afegão conhecido como o "carniceiro de Cabul" que liderou o movimento armado Hezb-i-Islami.

"A mensagem para os talibãs deveria ser: tomem nota", destacou.

Para Kerry, "uma solução negociada com o governo afegão é a única maneira de acabar com os combates, garantir uma estabilidade duradoura e obter uma redução total das forças militares internacionais".

O governo dos Estados Unidos, que liderou uma intervenção militar no Afeganistão em 2001 para expulsar os talibãs do poder após os atentados de 11 de setembro em Nova York, ainda mantém 9.800 soldados no país, número que deve cair para 8.400 na próxima semana.

John Kerry fez as declarações em Bruxelas durante a conferência de doadores, que tem como objetivo arrecadar pelo menos três bilhões de euros por ano até 2020 para apoiar o governo do Afeganistão.

nr-tjc/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos