Obama alerta para riscos do furacão Matthew

Washington, 5 Out 2016 (AFP) - O presidente americano, Barack Obama, pediu que os moradores do sudeste dos Estados Unidos se preparem para a chegada iminente do furacão Matthew e atendam as ordens de evacuação.

"Isso é algo que deve ser levado a sério. Esperamos o melhor, mas queremos nos preparar para o pior", disse, descrevendo Matthew como uma "tempestade séria" que pode ter um "efeito devastador".

Matthew já atingiu o Haiti e Cuba, com resultados fatais, e está se dirigindo à Flórida, Georgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte.

"Se você receber uma ordem de evacuação, lembre-se que você sempre pode reconstruir. Você sempre pode consertar propriedades. Mas você não pode restaurar uma vida se ela for perdida", disse Obama na Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA, em inglês).

O furacão obrigou Obama a cancelar uma visita à Flórida nesta quarta-feira. Em vez disso, ele fez a viagem curta através de Washington até a sede da Agência.

"Nós já temos equipes de resposta e suprimentos pré-posicionados e prontos para ajudar as comunidades na região", disse Obama.

"Quero enfatizar para o público que esta é uma tempestade séria. Ela já atingiu o Haiti com efeitos devastadores. Está agora no processo de movimentação pelas Bahamas".

"Devido ao fato de não estar atingindo terra suficiente, ganhará força em seu caminho para a Flórida", explicou.

Matthew atingiu o Haiti e Cuba como um furacão de categoria quatro, mas, desde então, foi rebaixado para três, em uma escala de cinco, pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos