ONU declara leste de Aleppo como 'zona sitiada'

Genebra, 5 Out 2016 (AFP) - A ONU classificou nesta quarta-feira os bairros do leste da cidade síria de Aleppo (norte), em mãos rebeldes, como "zona sitiada", depois de vários meses de ofensiva das forças do governo e da impossibilidade de entregar ajuda humanitária.

Segundo Jens Laerke, porta-voz do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), Aleppo reúne os três critérios das zonas sitiadas: cerco militar, falta de acesso à ajuda humanitária e ausência de liberdade de deslocamento para os civis.

Segundo a ONU, existem 18 zonas sitiadas na Síria. Recentemente retirou da lista a cidade de Daraya, onde a população pôde ser evacuada após um acordo com o governo sírio.

No lste de Aleppo há cerca de 275.000 pessoas sitiadas, segundo as Nações Unidas, enquanto o oeste da cidade está nas mãos do governo e recebe ajuda humanitária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos