Furacões: OPS preocupada por possível surto de cólera no Haiti

Washington, 6 Out 2016 (AFP) - A Organização Pan-americana da Saúde (OPS) expressou nesta quinta-feira sua preocupação com um possível aumento nos casos de cólera no Haiti, como consequência da passagem do devastador furacão Matthew, que afeta também outras nações no Caribe.

Apenas neste ano foram registrados mais de 28.000 casos de cólera no Haiti, e os peritos da OPS estão dedicados a apoiar as medidas adotadas pelas autoridades sanitárias locais para evitar um novo surto, informou a entidade.

Para isso, a OPS mobilizou "especialistas em coordenação de saúde adicionais, equipes médicas de emergência, logística e gestão de provisões, além de mobilizar quatro equipes de campo que estão coordenando a resposta com os funcionários públicos nacionais e o Ministério da Saúde do Haiti".

De acordo com a entidade, os temores por um novo surto de cólera se devem à "inundação maciça e seu impacto na infraestrutura de água e saneamento, após a passagem do furacão Matthew e durante a época de chuvas, que dura até o início de 2017".

Enquanto isso, a tempestade tropical Nicole se transformou na tarde desta quinta-feira em furacão, anunciou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

A partir desta semana, a OPS terá à disposição "epidemiólogos de campo com experiência em cólera para rastrear e controlar os surtos".

Desde outubro de 2010, o Haiti registrou quase 800.000 casos de cólera e 9.300 mortos. Neste ano, o Ministério da Saúde ativou alertas vermelhos de cólera para 12 municípios em quatro departamentos com múltiplos surtos localizados.

Equipes da OPS já estão agindo também em Cuba, na Jamaica e nas Bahamas. Em Cuba, 900.000 pessoas foram evacuadas devido ao furacão Matthew, enquanto na Jamaica foram habilitados 112 abrigos que recebem 1.378 pessoas.

A OPS também identificou especialistas para apoiar operações especiais nas Ilhas Turcas e Caicos. Equipes de emergência estão em estado de alerta em Barbados, Dominica, São Vicente e Granadinas e na ilha de Santa Lúcia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos