Seis mortos em ataque no Quênia atribuído aos islamitas shebab

Nairóbi, 6 Out 2016 (AFP) - Seis pessoas morreram nesta quinta-feira em um ataque atribuído aos islamitas somalis shebab em uma área residencial no nordeste do Quênia, anunciaram a polícia e as autoridades locais.

O ataque aconteceu na cidade de Mandera e teve como alvo um prédio residencial onde moram pessoas que não são de etnia somali nem muçulmanas, a menos de um quilômetro da fronteira com a Somália.

"Sofremos um novo ataque em Mandera e, infelizmente, perdemos seis pessoas", disse o governador Ali Roba.

Os criminosos utilizaram explosivos para entrar no edifício, informou o comandante da polícia local, Mohamud Alí Saleh.

"Suspeitamos que os criminosos eram integrantes do grupo insurgente shebab e que entraram (no Quênia) através da fronteira porosa", disse.

Desde 2007 os islamitas somalis shebab executam uma campanha de violência para expulsar do poder o governo de Mogadíscio e atuam no Quênia desde 2011, quando o exército queniano foi enviado à Somália para combater os insurgentes.

mom-str/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos