Islamitas lideram eleições legislativas no Marrocos

Rabat, 8 Out 2016 (AFP) - Os islamitas do Partido Justiça e Desenvolvimento (PJD, no poder) conseguiram a maioria das cadeiras nas eleições legislativas marroquinas - de acordo com dados provisórios divulgados na madrugada deste sábado pelo Ministério do Interior.

Ao final de uma votação com índice de participação de apenas 43%, o PJD conseguiu 99 cadeiras das 395 em disputa, contra 80 cadeiras para o Partido Autenticidade e Modernidade (PAM, liberal), a segunda força política.

A Constituição prevê que o Rei escolha como primeiro-ministro o líder do partido com mais cadeiras no Parlamento, mesmo que não tenha a maioria absoluta.

Na terceira posição ficou o Istiqlal, o partido histórico da luta pela independência, com 31 deputados, segundo os números correspondentes a 90% dos votos.

O ministro do Interior, Mohamed Hassad, destacou o "bom desenvolvimento" das eleições, que transcorreram de forma "transparente", e descartou as denúncias do PJD de que funcionários do ministério do Interior trataram de favorecer o PAM.

"Apesar das críticas do partido vencedor, foram respeitadas as diretrizes de Sua Majestade (rei Mohamed VI) e nos mantivemos neutros em relação a todas as forças políticas", declarou o ministro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos